Enviar o meu depoimento
Ver todos

 
A capacidade de mudar e adaptar-se ao novo é o que distingue uma empresa de sucesso, é o que dá a ela condições de atravessar períodos de crise, sem sucumbir aos desafios. Saber a hora de mudar, contudo, é de extraordinária importância. Não se pode tomar decisões precipitadamente, sem antes avaliar a situação em toda sua abrangência. Mudança implica reflexão e racionalidade, minucioso estudo da melhor estratégia e a melhor estratégia é sempre aquela que nos conduz aos objetivos previamente definidos.
 
Tomemos a terceirização como um exemplo da necessidade de mudança. Há aqueles que ainda a temem e a consideram um modismo inútil, mal sabendo que ela não é tão nova assim seu surgimento está ligado à segunda Grande Guerra, quando a indústria bélica americana a praticou porque, em decorrência da necessidade de concentrar seus esforços na produção de armamento, soube enxergar vantagens da contratação de terceiros para a execução de atividades secundárias que permitiriam maior concentração de esforços no fim maior: produção de armas.
 
Nós não estamos em guerra, diriam alguns. Graças a Deus, não estamos mesmo. A guerra que vivemos é a do mercado, a que envolve a vida ou a morte de nossas empresas. Mudar ou morrer, como diria Jack Welch, presidente da General Eletric. Mudemos, pois. Mudar é melhor que morrer. Busquemos as inovações, mas busquemo-las depois de uma séria e detida análise do nosso negócio. Se é preciso terceirizar, terceirizemos. Antes de fazê-lo, contudo, levemos em conta o que realmente importa terceirizar: redução de custos, o aumento da capacidade de produção, a concentração maior de esforços em nossa atividade-fim.
Mas não percamos de vista o terceirizado. Terceirização não significa alheamento do terceirizador em relação as atividades secundárias delegadas.
Tais atividades continuam , naturalmente , integrando o universo da empresa contratante que, ao assinar o contrato, tem em mira o incremento da produção de sua atividade principal.A necessidade de controle racional e lógico prende-se , naturalmente, ao fato de que a terceirização não conhece a filosofia da empresa, daí a necessidade nos primeiros momentos, a execução das atividades contratadas.
 
Na verdade, temos aqui uma parceria e é indispensável que o parceiro tenha apoio e as ferramentas necessárias para o seu melhor desempenho.
 
 
 
.
41 3257-8360
41 3078-3705
contato@megarh.com.br
Rua Holanda, 362 Conj. 03
Bacacheri - Cep 82.510-190
Curitiba - Paraná